top of page

Novidades nas estratégias metodológicas do OPAJor em 2023

O Observatório da Pesquisa Aplicada em Jornalismo no Brasil (OPAJor) finalizou no dia 13 de outubro o levantamento de dados do último período. A pesquisa consolidou os números de 2022, além de incluir informações deste ano também. Outra novidade é a inclusão das informações referentes aos anos de 2010 e 2011. No relatório do ano passado, os dados considerados partiam de 2012. Com isto, a abrangência temporal agora é de 13 anos.


O banco de dados pesquisado foi o mesmo utilizado no ano passado. Ou seja, foram consideradas as revistas científicas e os programas de pós-graduação na área de Comunicação e Jornalismo listados pela Associação Nacional de Programas de Pós-graduação em Comunicação (Compós), além dos anais dos eventos realizados pela Compós, Intercom, SBPJor, ABEJ e Alcar.


A novidade no aspecto metodológico deste ano foi a adoção de plataformas para validação dos dados. Com o objetivo de conferir os resultados e evitar lacunas foram realizadas buscas em outras 3 plataformas. Além dos repositórios dos programas e anais de eventos e das revistas científicas, também foram realizadas buscas no Connected Papers, no Catálogo de Teses e Dissertações da Capes e na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações.


Agora, a lista do repositório do OPAJor conta com 153 publicações, 24 a mais do que o que havia sido registrado no levantamento do passado. A pesquisa foi realizada por professores e estudantes de iniciação científica ligados ao projeto de pesquisa "Tecnologias da comunicação e a formação em jornalismo”, iniciado em fevereiro 2022. O projeto é financiado pelo Centro Universitário Internacional Uninter.

6 visualizações

Comments


bottom of page