top of page

Nordeste registra maior número de publicações sobre pesquisa aplicada


Os dados do Observatório da Pesquisa Aplicada em Jornalismo no Brasil (OPAJor) de 2023 indicam que o nordeste é a região do país que mais publica trabalhos sobre o tema. No período de 2010 a 2023 foram registradas 53 publicações provenientes da região, 9 a mais do que a região sul, e 10 a mais que o sudeste, em terceiro lugar. Em termos percentuais, o nordeste é responsável por 34% considerando o estado de origem onde estão radicados os pesquisadores sobre o total de 153 publicações.


Quantidade de trabalhos publicados sobre pesquisa aplicada em jornalismo por região (2010-2023)

Fonte: OPAJor (2023)



O bom desempenho do nordeste se deve, principalmente, às produções registradas em três estados: Maranhão, Paraíba e Sergipe. Nos três casos estão sediados programas de pós-graduação em comunicação ou jornalismo, responsável por boa parte dos trabalhos. No Maranhão está o Mestrado Acadêmico em Comunicação da Universidade Federal do Maranhã (UFMA), que conta com Márcio Carneiro dos Santos em seu corpo docente. No Sergipe encontra-se o Mestrado Acadêmico em Comunicação da Universidade Federal do Sergipe (UFS). O programa também conta com pesquisadores de referência como Josenildo Luiz Guerra e Carlos Eduardo Franciscato. Na Paraíba está o Mestrado Profissional em Jornalismo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), único do país nesta área e modalidade. Pela proposta do programa de pós-graduação, nota-se uma produção significativa de dissertações que envolvem produtos ou pesquisa experimental.


Na região sul o alto volume se deve, principalmente, às pesquisas desenvolvidas a partir do Mestrado e Doutorado Acadêmico em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). No período analisado a instituição é a que registra o maior número de publicações em todo o país, com 23 trabalhos listados pelo OPAJor. Destacam-se pelo volume de publicações Rita Paulino, professora do programa, e Carlos Marciano, cuja pós-graduação foi cursada no programa da UFSC. Atualmente ele é professor no Curso Superior de Tecnologia em Jogos Digitais, do Centro Universitário de Brusque (Unifebe).


Sobre o OPAJor


O OPAJor é uma iniciativa do projeto "Tecnologia da Comunicação e a Formação em Jornalismo" ligado ao Grupo de Pesquisa Comunicação, Tecnologia e Sociedade, do Centro Universitário Internacional Uninter. Os dados seguem procedimento metodológico disponível na plataforma. A pesquisa iniciou em 2022 e pretende mapear e classificar as pesquisa aplicadas em jornalismo no Brasil nos últimos anos.






37 visualizações

1 Comment


Ótimos resultados para o Nordeste! Apenas uma observação, o Prof. Márcio Carneiro é docente do Mestrado Profissional da UFMA (PPGCOMPro). :)

Like
bottom of page