top of page

Eventos acadêmicos registram pouca produção de pesquisa aplicada em jornalismo

Atualizado: 21 de fev. de 2023

Nos 5 principais eventos acadêmicos das áreas de Comunicação e Jornalismo entre 2011 e 2022, verificou-se a existência de 28 trabalhos registrados em anais e disponíveis para consulta. Os dados indicam a pouca incidência deste tipo de produção em instituições de ensino superior.


Foram considerados os anais dos congressos da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), encontros da Associação Nacional de Programas de Pós-graduação em Comunicação (Compós), da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor), da Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (ABEJ) e da Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia (Alcar).


Nos 5 eventos científicos selecionados pelo grupo de pesquisadores, verifica-se a existência de 32 trabalhos registrados em anais e disponíveis para consulta. Deste total, 7 foram considerados pesquisas de cunho bibliográfica, 12 descritivas e 13 experimentais, sendo que, destas últimas, apenas 2 foram classificadas como pesquisas com aplicação.



Os dados apontam uma quantidade menor de trabalhos considerados de pesquisa experimental se comparado aos demais tipos de pesquisa. A questão pode estar ligada a uma preferência dos pesquisadores em publicar os resultados concretos de pesquisa em revistas científicas, onde a relevância é maior e onde se pontua para processos de avaliação nos programas de pós-graduação.


Além disso, os eventos, em geral, são utilizados como espaços de testes para o debate com pares do que se pesquisa, indicando também que o trabalho pode estar ainda em andamento, o que dificulta a apresentação de resultados concretos, um requisito fundamental para a consideração do sucesso da pesquisa aplicada. Deste modo, a pesquisa descritiva tem sido priorizada em eventos.


Os dados foram extraídos do repositório do Observatório de Pesquisa Aplicada em Jornalismo no Brasil. O levantamento é fruto de uma pesquisa acadêmica desenvolvida pelo projeto “Tecnologias da comunicação e a formação em jornalismo”, ligado ao Grupo de Pesquisa Comunicação, Tecnologia e Sociedade, do Centro Universitário Internacional Uninter, em Curitiba.

28 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page